Membros do CRMV-RN participam de conferência internacional de medicina veterinária do coletivo, em Pernambuco

De forma híbrida – presencial e online, aconteceu na Universidade Federal Rural de Pernambuco a XI Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo. O evento teve início nessa última quinta-feira (25) e seguiu até o sábado (27). O objetivo do congresso foi de promover a disseminação e o aprimoramento dos conhecimentos da Medicina Veterinária do Coletivo, atualizando os profissionais, mediante a apresentação de experiências práticas, de estudos científicos nacionais e internacionais com diversos palestrantes, professores e pesquisadores da área.Saúde única, saúde coletiva, manejo populacional de cães e gatos, guarda responsável, controle reprodutivo, animais de companhia e riscos de agravos, bem-estar animal, violência interpessoal e os maus-tratos aos animais, medicina de abrigos, medicina veterinária de desastres e interação humano-animal são alguns dos temas que vêm sendo abordados.Para o secretário-geral do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Norte, José Arimateia, as reflexões sobre saúde única precisam acontecer cada vez mais e a medicina veterinária do coletivo está inserida nesse contexto. “Apesar de ser nova, é uma área que está crescendo no país. Participar da conferência foi uma oportunidade para aperfeiçoar o conhecimento sobre o assunto”, afirma. Também estavam presentes no evento, representando o CRMV-RN, o presidente da comissão de saúde pública veterinária, João Ciro Fagundes e o assessor técnico do Regional, Andreey Teles. A conferência contou também com a participação de alguns presidentes, membros de diretoria e conselheiros dos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária de Pernambuco, Paraná, Alagoas, Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais. Ainda estava presente a diretora do Departamento de Proteção, Defesa e Direito dos Animais do Ministério do Meio Ambiente, Vanessa Negroni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *